Google
Pesquisa personalizada
Política de Privacidade   Visitantes: 368151
< Todos nós somos iluminados pela Sagrada Escritura >

 

Onde estão as nossas
deficiências espirituais?

 

Não seria na vida de oração? Hoje não tenho tempo, amanhã estou cansado...!

 

A nossa deficiência não estaria também na incapacidade de ver a vontade de Deus nos acontecimentos diários?

 

Quando nos revoltamos diante de um fato inesperado, como num caso de saúde grave, na morte de uma pessoa querida, em um fracasso nos negócios, em uma decepção na vida profissional, em um desentendimento familiar e em tantas outras coisas que cada um pode nomear!

 

Sigamos com Jesus o caminho do Calvário

 

Deixemos que as graças deste tempo sagrado penetrem em nossos corações e acompanhemos Jesus em sua via sacra. Olhando para Jesus, o vemos cheio de dores, dando tudo por seus amigos. Antes de sua morte na cruz, no Horto das Oliveiras, sua sangue por causa da grande angústia. Ele sofre, enquanto os seus discípulos dormem. Ele é condenado à morte e calado, entrega-se, carrega o pesado lenho da cruz. Ele morre por nós, somente por amor e para que se cumprissem as Escrituras.

Na Quarta-feira de Cinzas a bênção das cinzas tem o sentido de chamar a nossa atenção para a necessidade de purificação interior e de conversão. O sinal da cruz, na fronte das pessoas que a recebem, simboliza nossa natureza humana, temporal, passageira. O sacerdote ao colocar as cinzas na fronte dos fiéis, traçando o sinal da cruz diz: “Lembra-te que és pó e em pó te hás de tornar” Com estas palavras, a Igreja nos convida a refletir e a buscar a conversão, a fazer penitência, recordando a fragilidade da vida humana, sujeita à morte. “Pela penitência podemos juntar tesouros no céu e para o céu... com profunda atitude de penitência, queremos permanecer sempre alegres e contentes. Sabemos que com este preço conquistaremos os tesouros celestiais”.

 

anterior < > próxima
Í N D I C E