Google
Pesquisa personalizada
Política de Privacidade   Visitantes: 380223

Obra das Famílias - Reuniões de Grupo

 

Grupo de casais da Obra das Familías Monumento dos Heróis: José Englind - Regininha - Irmã Emaluele.

Grupo de casais da Obra das Famílias. Monumento dos Heróis:
José Engling - Regininha - Irmã Emanuele.

 

        Houve um tempo de preparação para o Ideal do nosso Grupo, nessa preparação a Irmã Aparícia colocou-nos a tarefa de descobrir o nome e o lema que queríamos. Depois de algumas reuniões, tivemos a inspiração para o nome, escolhemos um nome em latim: "Ignis Ardens", que traduzido quer dizer "Fogo Ardente", e o lema escolhido foi, que todos os casais, cada um em particular queríamos ser as chamas do fogo ardente do Santuário da Mãe e Rainha Três Vezes Admirável de Schöenstatt. Chama para aquecer os corações frios que ainda não se despertaram para a prática da religião e do amor de Deus. Cada casal, além da consagração do grupo deveria fazer a sua própria consagração. A Antoninha e eu, achamos que o nosso lar deveria ser "LAR CENTELHA DO SANTUÁRIO", nós queríamos que o nosso lar fosse duas faíscas do Santuário, que essas faíscas estivessem sempre iluminando nossa família e como faiscas, pequenas luzes que iluminam e apontam o caminho para aquelas pessoas que vivem nas drogas e no sofrimento por causa do pecado. Aqui colocamos o contrato que fizemos com a MÃE, RAINHA E VENCEDORA TRÊS VEZES ADMIRÁVEL DE SCHÖENSTATT.

 

        Querida Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schöenstatt, queremos hoje oficialmente fazer nosso contrato de amor convosco, para que também vos estabeleças em nosso lar, como o fez no Santuário. Em troca nos obrigamos ao mais alto grau de amor a Vós, para que possas dispor de tudo o que temos como: orações, sacrifícios, esforços, correção de nossos defeitos e vencimentos próprios, entregamos tudo quanto possuímos, para que sejais aqui a Mãe, Rainha e Soberana de tudo. Em particular oferecemos nosso corpo, nossa alma, todo o nosso ser, juntamente com tudo quanto de bem temos realizado e o que pretendemos realizar, depondo tudo no vosso Capital de Graças. Queremos de modo especial oferecer nossos filhos que é a dádiva mais preciosa que recebemos de Deus e imploramos que façais deles filhos mui queridos vossos para serem educados na vossa escola de amor, podendo assim também realizarem aqui na terra, o plano que Deus idealizou para eles. Disponde de nós e de nossas ações conforme for do vosso agrado. Fazei com que nós também cooperemos para a grande obra da renovação do mundo em Cristo por vosso intermédio. Pedimo-vos perdão, querida Mãe, por tantas faltas cometidas, quantas vezes, por nossa fragilidade, vos desgostamos. Perdoai-nos boa Mãe, já que sois a Mãe da misericórdia o refúgio dos pecadores, advogada nossa, intercedei por nós junto de vosso divino Filho. Pedimo-vos também àquelas graças extraordinárias que costumais distribuir em vosso Santuário. Abrigai-nos pois, em vosso coração materno, transformai-nos em novas criaturas e fecundai nossos desejos de apostolado. Fazei de nós os santos do dia útil. Que em tudo nós vejamos sempre a vontade do Pai Celestial.

        Ajudai-nos a viver dessa fé prática na divina Providência. Que nossa crença não seja somente no Deus dos altares mas também no Deus da vida. Assim tudo o que nos acontecer – trabalho ou descanso, alegria ou tristeza, prosperidade ou revezes, os despresos e as desilusões – tudo queremos receber como mensagens do Pai do Céu. Ajudai-nos a ver através desses acontecimentos diários saudações do Amigo Divino, perguntas ou convites amorosos do Pai que fazem depender da nossa resposta uma série de graças. Por tudo, queremos expressar nossos agradecimentos, especialmente por nos terdes dado este lar, estes filhos e esta felicidade que nos é concedida por vossa intercessão. Como testemunhas do nosso contrato de amor, temos em nossa companhia, os irmãos de grupo, por quem também imploramos vossa bênção especial neste dia.

        Nos comprole e pia, com vosso Divino Filho, abençoai-nos Ó Vigem Maria = LAR CENTELHA DO SANTUÁRIO.

 

Antoninha e José Orquiza

 

        As crianças também fizeram sua parte:

 

        Nós também crianças que somos ainda, mas já podemos compreender o que é a felicidade de tê-la morando aqui conosco, também queremos fazer nosso contrato; vos prometemos, fazer bastante sacrifícios e orações para que de verdade mesmo venha ser nossa Mãe, Rainha e Soberana.

 

        E mais algum tempo nós fizemos a preparação para CONSGRAÇÃO DO SANTUÁRIO LAR, e nessa preparação mandamos confeccionar uma coroa na qual estavam representados o casal e os dez filhos.

 

Santuário Lar Centelha-do santuario-Antonia e José Orquiza.

Santuário Lar "Centelha do Santuário"
Antoninha e José Orquiza.

 

        O MOVIMENTO APOSTÓLICO DE SCHÖENSTATT – tem uma pedagogia própria, além do ideal de grupo, ideal de lar, temos também o IDEAL PESSOAL:

        Naquele tempo eu queria ser "Chama", para aquecer todos os corações frios, que vivem sem entusiasmo pela religião, apegados somente as coisas e às vaidades mundanas;

        Queria ser "Centelha", pequena faísca luminosa, para mostrar caminhos para as pessoas que vivem no vício das drogas sofrendo na escuridão do pecado;

        Queria ser o templo de pedra do Santuário, onde se acolhe meditações, preces e tantos pedidos, onde se oferece renúncias, sacrifícios e sofrimentos ao Capital de Graças, para que a Mãe de Deus, no seu Trono de Rainha, transforme em bênçãos e graças, para todos os seus filhos remidos pelo sangue de Cristo derramado na cruz. Onde também está Jesus no Sacrário, o "Bom Pastor", que ama muito as suas ovelhas, dá a própria vida para salvá-las e as conduz para o único Aprisco, a "Jerusalém Celeste", onde impera a pureza da Imaculada, onde só há paz, alegria, felicidade e a alma humana vive permanentemente na plenitude do esplendor da luz eterna.

        Nas reuniões de grupo, a Irmã nos ensinava o fundamento do CAPITAL DE GRAÇAS. Ela nos mostrava o CAPITAL DE GRAÇAS como meio de formação da personalidade e dizia também que o chamado para Schöenstatt é chamado à santidade, um chamado à auto-educação em prol do apostolado. A auto-educação é o esforço próprio para querer educar-se. E nós sabemos que é preciso que haja desejo, vontade e força para atingir um objetivo: a santidade.

        No documento de fundação e a interpretação do Padre José Kentenich nos apresenta esta exigência da MÃE DE DEUS: "Auto- educação eu exijo de vós... Ela é a armadura a vos revestir... Trazei-me muitas contribuições ao CAPITAL DE GRAÇAS".

        Nós podemos afirmar que esta exigência foi o fundamento para o surgimento do SANTUÁRIO e o MOVIMENTO APOSTÓLICO DE SCHÖENSTATT, porque sem as nossas contribuições ao CAPITAL DE GRAÇAS o Santuário não existiria.

        E para definir melhor o CAPITAL DE GRAÇAS, podemos dizer que são os méritos adquiridos pelo cumprimento fiel e fidelíssimo do dever, isto é, o valor impetratório e expiatório de nossas boas obras, colocadas ao dispor da MÃE DE DEUS, a fim de que Ela possa transformar interiormente muitas pessoas para serem apóstolos verdadeiros e ativos.

        Encontramos a idéia do CAPITAL DE GRAÇAS expressa na Sagrada Escritura: "Parábola dos Telentos (Mt 25, 14-30); O Tesouro no Campo (Mt 13,44)". O reino dos céus é também semelhante a um tesouro escondido no campo". Nosso Senhor Jesus Cristo expressa ai que a graça não pode permanecer inexplorada em nós. Devemos cooperar, lutar pelo Reino de Deus.

        Capital no sentido espiritual, é a participação na riqueza divina. Esta participação, a recebemos no batismo, quando nos tornamos filhos de Deus. As contribuições, no sentido espiritual são: nossas orações, sacrifícios, renúncias, contrariedades etc. Assim como capital no sentido material, produz; o capital espiritual também deve desenvolver-se e produzir.

        Então, capital, no sentido espiritual, são todas as contribuições espirituais, depositadas no Capital de Graças da Mãe, Rainha Vencedora Três Vezes Admirável de Schöenstatt, isto é, todas as orações, sacrifícios, sofrimentos, especialmente os sacrifícios de auto-educação e do cumprimento fiel e fidelíssimo do dever, para obter um bem espiritual maior A RENOVAÇÃO RELIGIOSO-MORAL DO MUNDO, EM CRISTO POR MARIA.

        O Capital de graças reaviva e vitaliza as verdades católicas e dogmáticas.

        Pelas contribuições ao Capital de Graças, queremos movimentar as graças que Cristo nos mereceu por sua paixão e morte. Ele nos mereceu todas as graças que precisamos para nos salvar. Confiou estas graças à Igreja e deu-lhe a tarefa de distribuí-las pelos sacramentos.


Próxima página >>>

Verdades Dogmáticas que Fundamentam o Capital de Graças

Sumário