Google
Pesquisa personalizada
Política de Privacidade   Visitantes: 349869

SANTO ROSÁRIO

Diz a antiga tradição que a Virgem Maria revelou esta devoção a São Domingos, em 1.206, como sendo a mais eficaz arma na cruzada contra os albigenses. Por ter o Rosário 150 Ave Marias, i.e. o mesmo número dos Salmos, foi também chamado Saltério Marial.

Paralelamente floresceu a devoção a Nossa Senhora do Rosário, também chamada a Virgem das vitórias, por sua intercessão nas batalhas mais decisivas da cristandade Muret, contra os albigenses (1.213); Lepanto, contra os muçulmanos (1.571); La Rochelle, contra os hugnotes (1.627).

Embora o Rosário tenha sido uma devoção praticada pela cristandade sempre em todos os lugares, pode-se hoje falar em um reflorescimento do Rosário, principalmente após as aparições de Maria em Lourdes (1.858) e em Fátima (1.917). Em português, para se indicar a reza do Rosário, surgiu um novo nome: o terço, tirado do costume de se rezar cada dia a terça parte do Rosário.

Quase todos os papas o têm recomendado oficialmente. Leão XIII dez encíclicas sobre o Santo Rosário além de outros documentos oficiais, a ponto de ter recebido o título de Papa do Rosário. Pio XI e Pio XII também lhe consagraram encíclicas notáveis. A própria Lei da Igreja o recomenda explicitamente para os sacerdotes e religiosos. Pode-se verificar o acerto destas recomendações pelo fato de que santos como Santa Tereza d’Avilla, São João Bosco e tantos outros, o rezavam diariamente e o recomendava aos outros.

De fato, contém o Rosário elementos que o fazem uma oração preciosa: é uma oração ao mesmo tempo simples, à altura de crianças e rudes, como também oferece material para a reflexão de adultos e cultos, além de se adaptar perfeitamente à oração em comum. Ao merecimento que nos trará sua prática devemos acrescentar numerosas indulgências com que tem sido enriquecido através dos séculos. Será por isto que hoje, muitas famílias estão retornando a esta forma tradicional de oração em comum, e muitas emissoras, espalhadas pelo mundo inteiro, transmitem programa regulares congregando muitos milhares de fiéis em uma mesma oração em comum.

 

 

COMO REZAR O TERÇO DO ROSÁRIO

 

Sinal da Cruz

Credo

Pai Nosso

Três Ave Marias

Glória ao Pai

 

1 – Enuncia-se o primeiro mistério e se reza

– um Pai Nosso

– dez Ave Marias

– Glória ao Pai

2 – Enuncia-se o segundo mistério e se reza

– um Pai Nosso

– dez Ave Marias

– Glória ao Pai

3 – Enuncia-se o terceiro mistério e se reza

– um Pai Nosso

– dez Ave Marias

– Glória ao Pai

4 – Enuncia-se o quarto mistério e se reza

– um Pai Nosso

– dez Ave Marias

– Glória ao Pai

5 – Enuncia-se o quinto mistério e se reza

– um Pai Nosso

– dez Ave Marias

– Glória ao Pai

– Salve Rainha

 

N.B. Em muitos lugares é costume acrescentar-se a cada Glória ao Pai, depois das dez Ave Marias, a jaculatória que a própria Santíssima Virgem ensinou às três crianças em Fátima: “Oh meu Jesus, perdoai os nossos pecados, livrai-nos do fogo do inferno; levai para o céu todas as almas, socorrei especialmente as mais necessitadas da vossa misericórdia!”.

Embora, na recitação do Rosário, tenham sido feitos acréscimos belos e piedosos, as partes essenciais, são apenas três; a meditação nos mistérios enunciados, os Pai Nossos e os grupos de dez Ave Marias. As outras orações e jaculatórias são acrescentadas de acordo com as tradições locais e são diferenças acidentais que não afetam as indulgências que a Igreja concede pela recitação do Rosário.

Uma das condições para se lucrarem as indulgências anexas ao Rosário e que se faça uma meditação, por curta que seja, sobre os mistérios enunciados e isto se poderá fazer facilmente mediante a consideração que se costuma fazer ao se anunciar o mistério. Justamente para facilitar essa meditação, temos nestas páginas trechos que poderão ser lidos antes de cada dezena, pois foram preparados para esse fim com textos espirituais.

 

Peçamos a Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo, para que estejamos sempre iluminados pela graça divina e assim entendamos bem as verdades da salvação e a doutrina da Santa Igreja Católica.

 

JOSÉ ORQUIZA, levando conhecimento a quem interessar.

 

“Dê um conselho a um sábio, e ele se tornará mais sábio ainda”.

(Pr 9,9)

 

Voltar