Google
Pesquisa personalizada
Política de Privacidade   Visitantes: 351425

José Orquiza (1926-2011)

Nascido em 1926, na cidade de Borborema-SP, José Orquiza faleceu em Londrina-PR (cidade que adotou como sua em 1949), no Natal de 2011, dia em que se celebra a sagrada família. Isso é significativo, pois, ao longo desses mais de 85 anos, foi filho e irmão exemplar, além de constituir uma linda família, para a qual se dedicou incondicionalmente por mais de 61 anos. Vitorioso em sua construção do amor, foi apaixonado até o último dia por sua Antoninha, o que seguramente continuará por todo o sempre. A partir de 2003, após a enfermidade dela, Deus lhe deu mais uma rica oportunidade de reconstruir e aprimorar maravilhosamente sua relação com os familiares, tendo demonstrado, a cada um, o quanto o amava de forma tão especial. Assim, deixa em todos nós uma imensa saudade...  Com ele tivemos a mais perfeita lição de vida que é aquela de que basta estar vivo, não importando a idade, para se ter a oportunidade de construir à sua volta um mundo melhor. Além de possuir vigor físico invejável, foi dono de um ótimo humor, um riso contagiante e uma generosidade imensurável. Homem de fé, foi vicentino, tesoureiro do Asilo São Vicente de Paula, e devoto convicto e consagrado à Mãe e Rainha Três Vezes Admirável de Schöenstatt, tendo participado por muitos anos, a convite de sua esposa, da Obra das Famílias, no Colégio Mãe de Deus. Além de dois livros, registrou em seu site uma rica produção de mais de 150 pequenos textos, os quais versam sobre diversos temas tais como religião, família e envelhecimento. Nos últimos tempos e até o último dia, esteve empenhado na elaboração de um terceiro livro. Em um de seus escritos deixou-nos a seguinte prece: "Mãe de Deus, ajudai-nos na angústia e na dor! A vós confiamos a nossa sorte, em cada dia, na vida e na morte. Nós cremos e confiamos em vós, ó Maria. E um dia lá no céu a Deus bendiremos na eterna alegria.” E é isto que desejamos ao amado José Orquiza, que ele bendiga a Deus na eterna alegria, Amém!